Mais postagens

Ofício 017/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Sugestões para a Semana da Mobilidade 2021

Para baixar o Ofício 017/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

Ofício 016/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Boas-vindas ao novo Secretário de Mobilidade e Trânsito Ricardo Teixeira

Para baixar o Ofício 016/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

CTB e coletivos de ciclistas convidam o prefeito Ricardo Nunes para pedalar

Ofício 015/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Convite ao prefeito Ricardo Nunes para encontro com os representantes dos ciclistas

Para baixar o Ofício 015/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

(Equipes Bike Zona Sul, Bike Zona Oeste, Bike Zona Leste, Bike Zona Norte, Bike É Legal, Ciclo Centro e Instituto de Mobilidade Ativa)

#BikeZonaSul  #BikeZonaOeste #BikeZonaLeste #BikeZonaNorte #CicloCentro #BZS #BZO #BZL #BZN #VaiTerCiclovia #CicloviasSalvamVidas #CidadesParaPessoas #SãoPauloPrasPessoas #Bicicleta #Mobilidade #Transporte #Logistica #Lazer #Esporte #Cicloturismo #BikeFazBemAoComércio #Compartilhe #SãoPauloPrasPessoas #CidadesParaPessoas


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul

Ofício 014/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Retomada das Reuniões da CTB e Reposição da Reunião Cancelada

Para baixar o Ofício 014/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

Ofício 013/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Lista de locais onde é necessário fazer o rebaixamento de guias em ciclovias e ciclofaixas

Para baixar o Ofício 013/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

Reunião do BZS+BZO+Falzoni com Alexandre Baldy, secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de SP

Hoje Bike Zona Sul , Bike Zona Oeste e Renata Falzoni se reuniram com o secretário de Transportes Metropolitanos Alexandre Baldy do Governo do Estado de São Paulo. Levamos várias demandas importantes:

1. Soluções para as interdições nas ciclovias do Rio Pinheiros
2. Bicicletários nas estações do Metrô, CPTM, ViaMobilidade , ViaQuatro e EMTU ;
3. Ampliação dos horários dos bicicletários existentes no Metrô, CPTM, ViaMobilidade , ViaQuatro e EMTU ;
4. Liberação de bicicletas em escadas rolantes e elevadores de estações/terminais
5. Inclusão de ciclovia no BRT ABC ;
6. Duplicação da Estrada do M’boi Mirim e obras na Av. Carlos Caldeira

1. Ciclovias do Rio Pinheiros

Sugerimos que seja construída uma transposição entre a Estação Santo Amaro da CPTM e a Bayer para que os ciclistas que vêm pela R. Miguel Yunes e Estação Jurubatuba possam acessar a Ciclovia da Margem Oeste e seguir até as pontes Laguna e Cidade Jardim. Também solicitamos que todas escadas sejam substituídas por rampas, assim como acessos nas estações que estão sendo construídas, para permitir a acessibilidade de todos tipos de ciclistas, incluindo handbikers.

2. Bicicletários em estações e terminais do Metrô, CPTM, ViaMobilidade/ViaQuatro e EMTU

Explicamos a necessidade de que todas estações e terminais de transporte coletivo tenham bicicletários nas áreas internas e com vigilância. Sugerimos usar áreas ociosas dentro das estações e terminais para a construção de bicicletários, e o secretário se mostrou bastante disposto a estudar a possibilidade. Faremos um levantamento junto aos ciclistas para sugerir um espaço em cada estação do transporte sobre trilhos e terminal da EMTU.

3. Ampliação dos horários dos bicicletários em estações e terminais do Metrô, CPTM, ViaMobilidade/ViaQuatro e EMTU

Atualmente vários abrem horas depois e fecham horas antes do início/término das operações dos trens/ônibus, o que dificulta a intermodalidade. Solicitamos que todos bicicletários existentes e futuros sigam os horários das estações/terminais, sejam do Metrô, CPTM, ViaMobilidade/ViaQuatro ou EMTU.

4. Liberação de bicicletas em escadas rolantes e elevadores das estações e terminais

Explicamos que a proibição de carregar bicicletas nas escadas rolantes e elevadores é restritiva para muitos ciclistas e que isso impede a intermodalidade. O secretário se comprometeu a conversar com o Metrô, CPTM, ViaMobilidade e ViaQuatro para tentar liberar bicicletas em escadas rolantes e elevadores no horário em que elas podem ser transportadas nos trens.

5. BRT ABC

Informamos que as obras devem incluir uma ciclovia ao longo do trajeto e bicicletários nas estações. Também informamos que as prefeituras colocaram a responsabilidade das obras no Governo do Estado. O secretário disse que vai tentar melhorar o diálogo e ver como essas demandas podem ser incluídas no BRT.

6. Duplicação da Estrada do M’boi Mirim e obras na Av. Carlos Caldeira

Ressaltamos a presença de ciclistas na audiência pública e a importância de implantar uma ciclovia por toda Estrada do M’boi Mirim, conectando essa estrutura com as estações da CPTM na região e ciclofaixas próximas como a da Av. Carlos Caldeira e o Parque Bruno Covas Novo Rio Pinheiros . O secretário explicou que a extensão da Av. Carlos Caldeira será feita pela ViaMobilidade e que ele vai buscar informações sobre o projeto para nós.

Foi uma reunião na qual apresentamos várias demandas e o secretário pode entender melhor cada uma delas. Conforme sugestão do secretário, marcaremos uma segunda reunião para dar continuidade às solicitações e apresentar a lista de locais para bicicletários nas estações do transporte sobre trilhos e EMTU.

(Equipes Bike Zona Sul e Bike Zona Oeste: Aline Pellegrini, Erick Araújo, Paulo Alves, Sasha Hart, Simone Penninck e Thomas Wang)

#BikeZonaSul  #BikeZonaOeste #BZS #BZO #VaiTerCiclovia #CicloviasSalvamVidas #CidadesParaPessoas #SãoPauloPrasPessoas #Bicicleta #Mobilidade #Transporte #Logistica #Lazer #Esporte #Cicloturismo #BikeFazBemAoComércio #Compartilhe #SãoPauloPrasPessoas #CidadesParaPessoas


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul

Ofício 012/2021 da Câmara Temática de Bicicleta: Nota de Repúdio sobre o Cancelamento de Reuniões da CTB e CMTT

Para baixar o Ofício 012/2021 em PDF, clique aqui.

Para entrar em contato com a Câmara Temática de Bicicleta, envie um e-mail para camara-tematica-bicicleta@googlegroups.com .

A passarela da ViaMobilidade caiu nas ciclovias – E o ciclista que se vire!

No dia 17/08 a obra de ampliação das passarelas da Estação Santo Amaro, realizadas pela ViaMobilidade desabou e as duas ciclovias do Rio Pinheiros foram fechadas, tanto a da Margem Leste (Ciclo Rio Pinheiros) quanto a da Margem Oeste (Parque Bruno Covas). Muitos ciclistas foram pegos de surpresa quando tentaram usar as ciclovias, como noticiou o jornal Bom Dia São Paulo, da Rede Globo.

Na manhã do dia 18/08 tivemos uma reunião com a Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), ViaMobilidade e Farah Services. Nossos editores Paulo Alves e Thomas Wang apresentaram sugestões para permitir o deslocamento de ciclistas apesar das interdições:
– Paulo apresentou um mapa com 10 opções de rotas alternativas que poderiam ser sinalizadas com apoio da CET, mas a representante da STM afirmou ‘não querer envolver a CET’.
– Thomas sugeriu permitir o acesso dos ciclistas com suas bicicletas na Estação Santo Amaro para que eles atravessassem o Rio Pinheiros e saíssem na Av. Padre José Maria/Terminal Santo Amaro, o que também foi vetado pela STM.
– Thomas também sugeriu a liberação dos ciclistas e suas bicicletas na CPTM entre as estações Santo Amaro e Vila Olímpia, algo que também foi vetado pela STM.

Segundo a STM e a ViaMobilidade, permitir o acesso de ciclistas às estações ou aos trens sem o pagamento da passagem poderia causar “transtornos jurídicos ao Governo e à ViaMobilidade“, assim como “questionamentos do Ministério Público“.

Apesar de preocupados com problemas jurídicos ou com o valor das passagens, a Secretaria de Transportes Metropolitanos e a ViaMobilidade não parecem preocupadas com a segurança dos ciclistas, que estão sendo obrigados a se arriscarem em vias com tráfego pesado como a Av. Guido Caloi, Ponte Transamérica e Marginal Pinheiros.

Enquanto isso, as ciclovias continuam interditadas e os ciclistas continuam sem nenhuma opção de trajeto seguro. Se a obra da ViaMobilidade tivesse desabado em cima da Marginal Pinheiros, será que o Governo do Estado e a Prefeitura fechariam as marginais sem nenhuma sinalização e sem dar nenhuma rota alternativa aos motoristas?

Essa situação demonstra como o Governo do Estado e a Prefeitura não se importam com a segurança dos ciclistas, já que não há comunicação sobre os trechos interditados e nem a sinalização de rotas alternativas. Mais que isso, mesmo com os ciclistas buscando o diálogo e sugerindo soluções, não há vontade por parte da STM e da ViaMobilidade em garantir a segurança dos ciclistas que precisam das ciclovias para se deslocar.

Já que a ViaMobilidade, a STM e o Governo do Estado não resolvem as interdições nas ciclovias do Rio Pinheiros na Estação Santo Amaro, nós criamos um mapa com rotas para os ciclistas desviarem dos trechos interditados. Acesse o mapa pelo link: bit.ly/RioPinheirosInterditado . Como a maioria dos nossos seguidores já deve saber, não existe nenhuma alternativa que seja feita 100% por ciclovia na região. Por isso, sugerimos trajetos para ciclistas de diferentes níveis e tentamos utilizar as ciclovias e ciclofaixas existentes.

Esperamos que o Governo do Estado, a Secretaria de Transportes Metropolitanos e a ViaMobilidade façam o mínimo, que é sinalizar ciclofaixas temporárias com cones em trajetos alternativos. Enquanto isso, os ciclistas continuam se arriscando pois não existe outra opção.

(Equipe Bike Zona Sul: Aline Pellegrini, Paulo Alves e Thomas Wang)

#BikeZonaSul #VaiTerCiclovia #CicloviasSalvamVidas #CidadesParaPessoas #SãoPauloPrasPessoas #Bicicleta #Mobilidade #Transporte #Logistica #Lazer #Esporte #Cicloturismo #BikeFazBemAoComércio #Compartilhe


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul

19/08 – Dia Nacional do Ciclista e sua origem

O Dia Nacional do Ciclista, 19/08, é uma data criada em homenagem a Pedro Davison, ciclista atropelado por um motorista embriagado em 2006. Pedro, um biólogo e o pai de Luiza, foi atropelado em Brasília por Leonardo Luiz da Costa, que estava alcoolizado e dirigia acima do limite de velocidade. Leonardo fugiu sem prestar socorro, sendo parado em uma blitz graças à ajuda de um motociclista que presenciou o atropelamento e anotou a chapa do veículo de Leonardo. Depois de anos na Justiça, Leonardo foi sentenciado a 6 anos de prisão e cumpriu somente 1 ano preso.

Persio Davison, pai do ciclista, conta: “O Dia do Ciclista é ato político. Teve sua origem, mas não é a ela que se volta e sim à defesa do direito de o ciclista ter sua mobilidade segura e respeitada. O foco está na construção e não nas tragédias de tantas perdas. A mensagem é de mobilização e futuro”. Atualmente Persio e Beth, mãe de Pedro, fazem parte da Rodas da Paz, que defende melhores condições para ciclistas em Brasília.

Luiza, a filha de Pedro, estrelou um curta metragem sobre pedalar em Brasília e os benefícios da bicicleta para as cidades. O vídeo está disponível gratuitamente na internet: bit.ly/luludebike . Vale assistir! Hoje, 19/08, nós do Bike Zona Sul homenageamos Pedro Davison, Márcia Prado, Julie Dias, Marina Harkot, Joab Xavier, Gustavo Franco e todos ciclistas que perderam suas vidas no trânsito por conta da irresponsabilidade de motoristas. Mais que isso, damos os parabéns a todos que pedalam em São Paulo e todas cidades, muitas vezes em perigo por falta de ciclovias e pela falta de interesse do poder público de proteger as pessoas.

E, como sempre, cobramos os prefeitos, governadores e demais membros do poder público para que priorizem a vida. Façam leis que protejam pedestres e ciclistas, construam ciclovias, instalem radares, punam os motoristas que dirigem embriagados, estacionam em ciclofaixas e não respeitam a prioridade de pedestres e ciclistas nas nossas ruas. Continuaremos lutando por aqueles que morreram e defendendo cidades mais seguras, cicláveis e humanas.

(Equipe Bike Zona Sul: Thomas Wang)

#BikeZonaSul #VaiTerCiclovia #CicloviasSalvamVidas #CidadesParaPessoas #SãoPauloPrasPessoas #Bicicleta #Mobilidade #Transporte #Logistica #Lazer #Esporte #Cicloturismo #BikeFazBemAoComércio #Compartilhe


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul

Em memória de Erika Sallum – Uma jornalista, cicloativista e amiga

No sábado, 14/08, perdemos Erika Sallum, jornalista e cicloativista. Erika era colunista da Folha de SP e editora da revista Go Outside (Editora Três/Rocky Mountain).

Erika sempre foi preocupada com a paz no trânsito e questões ambientais, ela defendia que as ciclovias deveriam ser inclusivas, em especial a Ciclovia Rio Pinheiros.

Erika Sallum era uma pessoa incrível, ela conversava com todos perfis de ciclistas, conseguindo unir forças e buscar soluções positivas para todos. Ela não julgava as pessoas, queria conhecer e pedalar com todos… Dessa forma ela poderia entender a visão de cada um e encontrar um meio de unir todos tipos de ciclistas por uma única causa.

Além de uma ótima jornalista, Erika era uma cicloativista, defensora de todos usos da bicicleta: como transporte, como logística, como lazer, como esporte e como cicloturismo. Mais que isso, ela acreditava na bicicleta como ferramenta de inclusão e transformação, inclusão e igualdade de mulheres e homens e a inclusão dos menos favorecidos na cidade.

Ela também acreditava que a bicicleta era uma causa importante para transformar as cidades em algo mais sustentável e mais humano, defendendo a criação de uma ciclovia entre Guarulhos, São Paulo, o ABC e Santos. Esse eixo cicloviário intermunicipal permitiria a prática do ciclismo em todas suas modalidades, além de beneficiar a economia e a saúde de todos municípios próximos.

Erika era uma aventureira que topava qualquer pedal e todas os perrengues que poderiam surgir. Ela sempre estava disposta a ajudar quem quer que fosse, mesmo que isso fosse atrasar ela ou deixar sua agenda ainda mais apertada…

O falecimento de Erika Sallum é uma perda enorme para o ciclismo e o cicloativismo, em especial na área da imprensa. Esperamos que a família e amigos mantenham a memória dela viva e possam ser confortados nesse momento difícil.

Erika, vá em paz, continue pedalando nas estrelas que nós vamos tentar concretizar os sonhos dos ciclistas aqui na terra.

(Equipe Bike Zona Sul: Aline Pellegrini, Erick Araújo, Kristofer Willy, Lucian De Paula, Marivaldo Lopes, Paulo Alves e Thomas Wang)


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul